Fechar

MENU

logo

Relaxante capilar: o guia completo sobre o assunto

4 de junho de 2021

Modelo sorrindo com a mão na cabeça, com os cabelos com relaxante capilar.Cada vez mais estão sendo criados tratamentos e procedimentos capilares voltados especificamente para os cabelos crespos e cacheados. Longe de apagar a identidade e textura desses fios maravilhosos, são técnicas que buscam valorizar e cuidar de características muito específicas desse tipo de cabelo. E um dos principais procedimentos buscados pelas crespas e cacheadas é o relaxamento capilar.

Com o objetivo de ajudar com o volume e desembaraço, é possível encontrar diversos tipos de relaxamentos, com muitos produtos e ativos diferentes. Porém, é normal que surjam algumas dúvidas básicas sobre isso.

Há muitos mitos e perguntas rolando por aí. Será que o relaxante capilar faz mal para o cabelo? Todo mundo pode fazer? Quais os tipos diferentes de relaxantes que existem? Qual o melhor para o meu cabelo? Posso fazer o relaxamento em casa? E por aí vai…

Mas pode ficar tranquila, viu? A gente aqui do Beleza Natural já respondeu algumas dúvidas sobre relaxamento capilar, mas agora vamos responder muito mais! Nesse texto, a gente traz pra você um guia completo sobre relaxante capilar e o processo do relaxamento.

Vem com a gente e fique por dentro de tudo!

O que é o relaxante capilar? E o relaxamento?

Bom, o relaxante capilar é o nome dado a uma técnica usada para dar maior maleabilidade aos fios mantendo sua estrutura crespa ou cacheada. Existe uma variedade de produtos diferentes para esta técnica, mas a gente vai conversar sobre elas daqui a pouquinho! Porém, o objetivo em comum é um só: agir nos fios crespos e cacheados, dando mais definição e maior penteabilidade aos cabelos. Ele age abrindo um pouquinho os cabelos, e também deixa os fios mais maleáveis e com um pouco mais de movimento.

Geralmente, o relaxamento é um procedimento buscado por quem quer mudar a textura dos cabelos, ou tem problemas com a definição e penteabilidade. Esses são problemas que, via de regra, podem ser resolvidos com outros tratamentos, mas esses dependem de mais manutenção.

Então, para quem não pode passar tanto tempo cuidando das madeixas, aplicar o relaxante pode ser uma forma mais prática de deixá-las do jeitinho que você gosta. Assim, com o relaxamento, você não precisa mudar radicalmente a textura do seu cabelo. É uma solução menos drástica do que o alisamento, ou escova progressiva, por exemplo, inclusive sendo menos danoso para os fios.

É possível fazer um relaxamento utilizando relaxante químico ou relaxante natural. As duas versões oferecem vantagens e desvantagens, e tudo vai depender da situação do seu cabelo e também o que você deseja conseguir.

Por isso, o ideal é que o relaxante seja aplicado por um profissional, pois antes do procedimento ele irá avaliar o seu cabelo e perceber qual a melhor opção para você. Embora até seja possível fazer o procedimento em casa, pode não ser uma boa ideia se você não tiver prática com o uso de produtos químicos.

Com uma rotina de cuidados bem adequada, o relaxante capilar pode fazer efeito por um bom tempo no cabelo. De fato, a média de duração do procedimento é de aproximadamente quatro meses, desde que seguidas todas as orientações dadas pelo salão ou então no rótulo do produto.

A manutenção é importante para que os fios mantenham a textura, mas não pode ser excessiva, pois isso pode levar a um alisamento indesejado. Técnicas menos agressivas do procedimento, como o Super-Relaxante do Beleza Natural, não correm tanto risco de alisar e podem ser refeitos com mais frequência, até mesmo mensalmente.

Como é feito o relaxamento capilar?

A primeira coisa que precisa acontecer durante um relaxamento capilar, seja caseiro ou no salão, é o Teste de Mecha. Entenda ele a seguir:

  • Teste de mecha: tem como objetivo perceber se o cabelo está com força suficiente para receber o produto, e também quanto tempo de ação eles vão precisar. Para isso, o relaxante capilar deve ser aplicado em poucos fios, da raiz até as pontas.

Feito o teste e tendo sido tomado os cuidados pré relaxamento (dos quais a gente vai conversar daqui a pouquinho), é possível começar o procedimento. Como a gente já comentou antes (mas é importante reforçar), embora você possa comprar o relaxante e fazer em casa, isso não é muito recomendado. Os profissionais sabem lidar com o produto e a aplicação sem trazer riscos ao seu cabelo e à sua saúde.

Para que o efeito aconteça da forma desejada, é preciso separar o cabelo seco em pequenas mechas e aplicar o relaxante da raiz até as pontas. Para maior segurança, o ideal é que isso seja feito em um lugar arejado e com o uso de luvas (e até máscara, especialmente durante essa pandemia). Então, basta deixar que o produto aja pelo tempo determinado no rótulo ou avaliado durante o teste de mechas.

A remoção é feita com água fria em abundância, e é preciso retirar todo o produto. Para minimizar os possíveis danos, é preciso lavar os cabelos com um shampoo neutralizante da química. Entre uma aplicação e outra, é bom sempre hidratar os cabelos e cuidar para que não ressequem.

Que efeitos posso esperar ao utilizar o relaxante capilar?

Como qualquer tratamento feito no cabelo, especialmente aqueles que envolvem produtos químicos, você pode esperar tanto as vantagens quanto às desvantagens do relaxante capilar nas suas mechas. Vamos falar primeiramente dos positivos, ok?

Vantagens do relaxante capilar

O primeiro efeito positivo do relaxante capilar é a redução do frizz no cabelo. Aquele efeito arrepiado, bem característico dos cabelos cacheados, é bem reduzido quando é feito o relaxamento.

Os cabelos também ficam mais maleáveis e bem definidos, pois ele abre um pouco a curvatura. Com isso, há também a redução do volume do cabelo. E embora o volumão seja algo maravilhoso, tem quem prefira um cabelo menos volumoso, e por isso acaba recorrendo ao relaxamento. É muito uma questão de gosto.

Uma boa opção nesse caso é o bn.Volumais, um relaxante do Beleza Natural que trata e relaxa os cachos, mas sem perder o volume. Assim, mesmo as que fazem questão do volume podem melhorar a penteabilidade dos fios sem medo!

Outro ponto positivo é que é um procedimento prático e que não precisa ser refeito a cada lavagem. Isso é o que o difere da fitagem ou da secagem do cabelo com difusor, por exemplo.

Desvantagens do relaxante capilar

Bom, os pontos negativos do relaxante capilar estão, de forma geral, relacionados à natureza química do produto. É que qualquer tratamento químico aplicado ao cabelo costuma ser bem forte e, assim, traz algumas dificuldades bem comuns. O primeiro deles é o dano aos fios.

É comum que a aplicação do relaxante capilar leve a um ressecamento e dano dos fios, levando à quebra e à queda de cabelo. As pontas, especialmente, podem ficar bem queimadas e frágeis. Mas não se desespere, tá bom? Com os cuidados certos, como um cronograma capilar e a reconstrução constante dos fios, é possível combater esses efeitos.

Mais um detalhe importante é que a aplicação do relaxante capilar dificulta o uso de outras químicas, como a coloração. É porque os fios já ficam fragilizados, e a aplicação de químicas de natureza diferente pode ser muito prejudicial e acabar com a saúde dos fios. Assim, não é recomendado que você relaxe e pinte o cabelo simultaneamente. Na verdade, o ideal é que o cabelo esteja virgem antes da aplicação do relaxante capilar. É preciso tomar muito cuidado para que não haja um corte químico.

Caso queira realizar uma coloração no fio com o cabelo relaxado, é necessário que realize o serviço em um local especializado em cabelos crespos e cacheados como o Beleza Natural, que faz uma avaliação nos fios antes do procedimento para ver se o cabelo está apto. Assim, é possível ter o cabelo descolorido e relaxado, com mais segurança e sem agredir os fios.

Por fim, outra desvantagem é a duração do tratamento. Embora isso possa ser também uma vantagem, pois não exige tanta manutenção, significa também que, se você se arrepender, vai passar um tempinho até ele sair completamente.

Modelo com cara de dúvida sobre a curvatura do seu cabelo sorrindo, olhando para o lado.

Quais os tipos de relaxante que existem?

Os relaxantes capilares podem ser divididos em dois grandes grupos: os relaxantes químicos e os relaxantes naturais. Os químicos costumam ser mais fortes e ter um efeito mais drástico, efetivamente alterando a estrutura e o formato dos fios. Já os naturais são menos danosos, e buscam diminuir o frizz e o volume favorecendo o formato que o cacho já tem. Os dois tipos têm vantagens e desvantagens, depende muito do seu tipo de cabelo e do que você espera do tratamento. Vamos falar um pouquinho de cada um a seguir:

Relaxante capilar químico

No que diz respeito ao relaxante capilar químico, existem duas composições mais comuns. Uma delas é o relaxante à base de tioglicolato de amônia. Esse é um produto muito comum para diversas químicas no cabelo, e dá um resultado bem bacana, especialmente para quem tem a fibra do cabelo de espessura média ou grossa. Mas é importante lembrar que o manuseio de produtos com amônia deve, idealmente, ser feito por profissionais, porque é um produto muito forte.

Porém, outra opção, mais moderna e que vem se popularizando, são os relaxantes a bases de diversos hidróxidos. Embora eles sejam menos compatíveis com outros procedimentos químicos, são bem variados e atendem várias necessidades.

O relaxante de hidróxido de cálcio, por exemplo, é uma ótima opção para quem tem o couro cabeludo mais sensível. Já o hidróxido de sódio é o mais eficaz para quem tem os cabelos muito crespos. O teste de mecha já vai deixar claro qual a química ideal para você. Ah, e sempre vale lembrar que, ao aplicar produtos químicos, é preciso ter todos os cuidados, ok? Use luvas e evite o contato com a pele o máximo possível.

Relaxante capilar natural

Já os relaxantes naturais não possuem misturas químicas, sendo assim menos prejudiciais à saúde dos fios. Eles são uma boa opção para quem busca fazer um tratamento menos definitivo, e também que dure menos tempo.

O relaxante natural também é uma opção bacana para quem não abre mão de colorizar os fios, pois não há a mistura química nesse caso. Outra vantagem é que eles não pedem um investimento tão alto em hidratações e reconstruções, já que não danificam a estrutura do cabelo.

Quando falamos em relaxante capilar natural, existem muitas opções, com vários produtos. Os relaxantes com algas marinhas costumam ser muito eficazes e deixam a definição dos cachos um arraso.

Porém, existem inúmeros tipos diferentes, basta dar uma pequena pesquisada. Só não esqueça de dar uma boa olhada no rótulo, ok? Se a composição não for apenas com extratos naturais, é porque tem química no produto.

Existem também muitas receitas de relaxantes caseiros na internet, usando até mesmo coisas como maionese e mel. Embora essas misturinhas possam ajudar um pouco, não são uma solução permanente, ok? Vale mais a pena investir em um produto especificamente pensado para as necessidades do seu cabelo.

Quem pode fazer relaxamento capilar?

Essa é uma pergunta muito comum; tem muitas cacheadas e crespas que têm dúvidas se podem fazer relaxamento por muitos fatores. Entre eles, estão a curvatura do cabelo e também a espessura dos seus fios. Afinal de contas, todo mundo pode fazer relaxamento ou tem contra indicações?

Bem, a princípio, todo mundo pode utilizar o relaxante capilar, independente do seu tipo de cabelo. Seja ele curto ou comprido, fino ou grosso, levemente ondulado ou crespíssimo, todos podem se beneficiar das vantagens desse tratamento. A única coisa que muda é o tipo de princípio recomendado para uso no seu cabelo.

Dito isso, existem, sim, algumas pequenas contraindicações às quais se deve estar atenta. A primeira são os cabelos com coloração. A gente já comentou sobre isso aqui e nesse texto também, mas é preciso muito cuidado para misturar as químicas. O melhor é consultar um profissional, e buscar tinturas e relaxantes mais leves, que não causem tanto dano aos fios se forem misturados.

Outra restrição, ainda mais importante, diz respeito a mulheres grávidas. As gestantes devem tomar alguns cuidados com os produtos químicos de todo tipo, pois eles podem fazer mal ao bebê.

Isso vale também para os relaxantes capilares, ok? O ideal é, primeiro, conversar com o seu médico e detalhar a composição para ele. Só siga em frente se ele liberar.

A mesma regra se aplica a pessoas que são muito alérgicas ou sensíveis. Se você já tem sensibilidade com produtos em geral, faça um teste antes de aplicar o relaxante capilar. Se houver irritação, suspenda o uso imediatamente, ou você pode acabar com machucados muito sérios.

Dayana com foto do antes e depois da transição capilar

Relaxante capilar e transição

Muitas cacheadas e crespas passam anos alisando os cabelos com escova progressiva antes de decidir utilizá-los ao natural e exibi-los para o mundo. E ao tomar essa decisão, é preciso passar por todos os processos da transição capilar. E onde entra o relaxante nisso?

Logo no comecinho da transição, aquele momento em que você vai deixando seu cabelo crescer sem química, é melhor evitar. Isso porque o comprimento dos fios ainda vai estar danificado pelos anos de progressiva. É aquela velha história de mistura de químicas, que nunca dá muito certo.

Seu cabelo já vai estar passando por muitas mudanças nesse período. A transição é um momento que exige muita paciência, mas tenha força. Você vai ver que todo o esforço vai compensar quando você ver o seu cabelo natural forte, saudável e muito bem cuidado! Nada é mais gratificante do que usar o seu cabelo ao natural e ficar cheia de autoconfiança por isso!

Porém, quando o seu cabelo já estiver mais livre da química, os relaxantes naturais são super recomendados para ajudar com esse processo, pois eles ajudam a definir o formato dos seus cachos. Eles também não deixam que a transição aconteça com muito frizz e volume descontrolado.
Geralmente, é legal fazer o relaxamento após o big chop, que é aquela hora em que você corta as partes do cabelo com química, deixando ele bem curtinho. É bem comum passar por essa etapa durante a transição, e o relaxamento pode ser uma opção caso você queira mudar a sua estrutura natural sem perder o formato dos seus cabelos.

Cuidados pré e pós relaxamento capilar

E aí, depois de ler tudo que a gente explicou, decidiu fazer um relaxamento no seu cabelo? Maravilha! Agora você pode fazer esse procedimento estando super bem informada e sabendo o que esperar.

Pra ajudar você mais um pouquinho, a gente vai lhe contar quais os cuidadinhos que você precisa ter tanto antes de aplicar o relaxante quanto depois. Vem com a gente:

Pré relaxamento

Primeiro de tudo: marque seu relaxamento com bastante antecedência, pra você ter certeza que vai estar com tudo pronto no dia de fazer. Procure produtos e profissionais de qualidade, e só faça o procedimento se estiver realmente se sentindo 100% segura. Não esqueça que o teste de mecha é essencial, pois ele vai determinar se os seus fios estão realmente prontos para receber um tratamento capilar forte. Procure por profissionais que se importem com a saúde do seu cabelo e façam uma avaliação capilar antes de qualquer procedimento.

Está confiante? Legal! Então a primeira coisa que você vai fazer é, um mês antes, reforçar os seus procedimentos de hidratação, nutrição e reconstrução (o famoso cronograma capilar). Isso é mais ou menos como passar o mês treinando antes de uma maratona, e serve para deixar seu cabelo mais forte para receber a química.

Três dias antes de fazer o relaxamento, pare de lavar o cabelo. A gente sabe que é horrível ficar com o cabelo sujo, mas isso é muito importante. O óleo natural do cabelo vai funcionar como uma proteção para os fios e para o seu couro cabeludo contra os efeitos mais fortes do relaxante. No dia, vá para o salão descansada e tranquila, pois o procedimento pode se estender um pouquinho.

Pós-relaxamento

Logo depois de aplicar o relaxante, você (ou o profissional) deve aplicar um shampoo neutralizante, que vai remover o resíduo do produto dos fios e o couro cabeludo dos efeitos da química. Isso deve ser feito imediatamente após a remoção do produto com água fria.

Em casa, os cuidados estão mais relacionados a manter a saúde dos fios. Tente cumprir seu cronograma capilar bem direitinho. Porém, se isso não for possível, coloque bastante ênfase na hidratação, pois ela será o mais importante para manter os fios relaxados saudáveis.

Além disso, se aplicam todos os cuidados básicos que as cacheadas devem ter com os cabelos. Nada de usar água muito quente, nem de pentear os cabelos secos, ok? Sempre utilize creme de pentear e produtos apropriados para a sua curvatura de cabelo.

No que diz respeito ao retoque, tudo vai depender de onde e como você fez o seu relaxamento. Os procedimentos com químicas costumam durar em torno de quatro meses. Porém, no Beleza Natural trabalhamos com procedimentos que podem ser feitos mensalmente. Assim a sua raiz não fica diferente do comprimento, e você consegue ficar com o seu cabelo definido e cheios de balanço.

Para concluir…

A gente fica por aqui com esse pequeno guia sobre relaxante capilar! Esperamos que você tenha resolvido suas dúvidas e ficado mais segura caso esteja com medo de fazer esse procedimento. Tentamos lhe mostrar tanto os prós quanto os contras, para que possa tomar uma decisão bem informada e segura.

Mas saiba que, no fim das contas, a decisão é somente sua. Se você gosta do seu cabelo com bastante volume, ou da definição natural, arrasou! O relaxamento está aí para quem quer dar uma mudada, mas porque está com vontade, não por pressão de ninguém, certo?

Não esqueça que, como a gente já falou, é super importante contar com profissionais de qualidade para fazer o seu relaxamento, e aí você só precisa fazer a manutenção em casa. Procure a unidade Beleza Natural mais próxima e faça o tratamento com o Super-Relaxante, bn.Volumais ou para os pequenos com o Cachuá. Seu cabelo vai ficar ainda mais maravilhoso, e para gente vai ser um prazer cuidar de você e do seu cabelo!

E aí, você já teve uma experiência com relaxante capilar? Tem alguma dica de pré ou pós-cuidado que ajudou você? Conta para a gente nos comentários! Ah, e sempre fique de olho no nosso blog ! Estamos sempre colocando dicas e novidades exclusivas para as cacheadas e crespas. Um beijo e até o próximo texto!


Tags


Os posts mais lidos

Siga o Beleza Natural

institutobelezanatural

Fique por dentro!

Cadastre-se e receba novidades, promoções e informações em primeira mão